Clã Savert

Fórum do Clã Savert, o seu clã de RPG online. Visite também nossa comunidade no Orkut: http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=13573699
 
InícioFAQRegistrar-seMembrosGruposConectar-se

Compartilhe | 
 

 Poema

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Safiriel
Novato
avatar

Mensagens : 5
Data de inscrição : 24/03/2008
Idade : 29

MensagemAssunto: Poema   Sab Maio 24, 2008 3:27 pm

Vampyr

A Lua saiu pelo céu
A escuridão perdeu seu véu
Na rala relva, o ar refrescante
De uma madrugada instigante

Em instintos aqueles que carregam a sina
Lembram os novatos de como o sangue vem
E com ele a chacina
E flui a todos nós também

Um à um seguimos em ordens contrárias
De ato, no pecado
O nosso dom inato
E vontades e desejos, em formas involuntárias

Perdemos tempo, tentamos esconder
Essa noite a lua brilha alto
E nos viemos, em busca... Uma sede à ceder

Nossa fúria vermelha
Não se encontra nos pastos
Ou naquilo que o humano em si centelha
É por ela que caminhamos mesmo fartos

Não há escolha
A alma pilhada de inescrupulosos desejos
Que nos arrebatam a sanidade com seus beijos
Nessas noites de lua cheia

A morte espera por nós
Nessas noites de lua vermelha
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Barbosa
Organizero de Bagunça
Organizero de Bagunça
avatar

Mensagens : 165
Data de inscrição : 06/01/2008

MensagemAssunto: Re: Poema   Sab Maio 24, 2008 3:46 pm

cara tá massa seu poema

_________________
Twisted Evil Em noites de lua cheia é possivel me ouvir uivar! Cuidado Posso estar mais próximo que imagina! Twisted Evil
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Chapra
Senhor dos Dragões
avatar

Mensagens : 61
Data de inscrição : 07/01/2008
Idade : 26

MensagemAssunto: Re: Poema   Dom Maio 25, 2008 3:56 pm

ta taum bom... q... fikei sem palavras xD

_________________
Msn Status:

"Pensar Endoidece, Pense Nisso"
"O Mundo é pequeno e grande para as pessoas que querem sempre mais, assim como sua casa"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tank, o Construto
Bobo da Corte
avatar

Mensagens : 6
Data de inscrição : 07/01/2008
Idade : 25

MensagemAssunto: Re: Poema   Seg Jun 02, 2008 5:15 pm

Safi ficou legal só que...(sou chato pra porra nisso) tá meio que sem métrica

Mas ó, curti bastante..
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Safiriel
Novato
avatar

Mensagens : 5
Data de inscrição : 24/03/2008
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Poema   Seg Jun 02, 2008 8:23 pm

Claro que ta sem metrica =D

Não curto parnasianismo =D

Mas valeu pela critica ainda sim ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Silmarillion
Savert's Protector
avatar

Mensagens : 33
Data de inscrição : 08/01/2008
Localização : Arborea (9ª Plano dos Elementais)

MensagemAssunto: Re: Poema   Seg Jun 02, 2008 8:27 pm

quer métrica?? ^^ então fale com uma Parnasiana!


"E eu vi pender do firmamento
quando te vi despontar ao leste,
Todo o teu jargão celeste
sem um esboço, sem um só lamento

Quando caí, as turvas, pirilampos
iluminaram tuas feições no vento
E ofuscado, estancando o tempo,
me abandonei aos teus piedosos campos

Abandonado fiquei, nem mais valia
o meu pranto, a muito susurrado
Porque me tinha o que mais eu queria

O que eu mais tinha era o meu bem amado
E no teu campo, quão mais me perdia,
Mais eu queria estar abandonado..."


Abraços e Benção a todos! pirat

_________________
Se virares as costas para a luz, nada mais verás além da tua própria sombra...Siga a luz ai em frente, ainda não sabes quem sou...? Olhe para traz!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Barbosa
Organizero de Bagunça
Organizero de Bagunça
avatar

Mensagens : 165
Data de inscrição : 06/01/2008

MensagemAssunto: Re: Poema   Qua Jun 04, 2008 9:20 pm

nossa este toca lá no fundo sil

_________________
Twisted Evil Em noites de lua cheia é possivel me ouvir uivar! Cuidado Posso estar mais próximo que imagina! Twisted Evil
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Silmarillion
Savert's Protector
avatar

Mensagens : 33
Data de inscrição : 08/01/2008
Localização : Arborea (9ª Plano dos Elementais)

MensagemAssunto: Re: Poema   Dom Jun 08, 2008 2:05 pm

é.. mas poema seu que é bom, nada né barbosa...? ¬¬ ta na hora de dar o ar da graça não acha?^^






Abraços! Benção a todos! pirat

_________________
Se virares as costas para a luz, nada mais verás além da tua própria sombra...Siga a luz ai em frente, ainda não sabes quem sou...? Olhe para traz!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Drus
Membro
avatar

Mensagens : 35
Data de inscrição : 07/01/2008

MensagemAssunto: Re: Poema   Sex Jun 13, 2008 2:57 am

xii não nasci pra ser poeta, então só me resta elogiar os que tem essa meta!!!
PARABÉNS AI TURMA PELOS POEMAS UÉ QUEM TE LEU QUEM TE LE EM SI HAUHAUA FOFINHA, AMIGUINHA, GUDI, GUDI NEM PARECE A MOÇA BRABA QUE CONHECI NO MSN AHUAHUA ABRAÇÃO, XÔ TERMINA MINHA LIÇÃO DE CASA NO FORUM...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Silmarillion
Savert's Protector
avatar

Mensagens : 33
Data de inscrição : 08/01/2008
Localização : Arborea (9ª Plano dos Elementais)

MensagemAssunto: Re: Poema   Dom Jun 15, 2008 5:51 pm

hehe...^^ "quem não te conhece quem te compre" né Drus? ^^ mas é isso ae... agente tem que dar uma de "forte e braba" de vez enquando pra levantar o moral rsrsrsrs ^^

na verdade não sei por que colocaram esta alcunha de braba em mim.... sou o membro mais calmo deste forum.. pale rsrsrs
mas é serio..! minhas crises de "brabisse" é so pra tirar onda com os mais intimos.. e pra dar uma de
" Savert's Protector" ... mas to vendo que que vo acabar com uma fama pessima de " raivosa e bruta" que é exatamente o oposto de mim, por isso acho que vou parar por aqui com as brincadeiras...!



benção a todos! pirat

_________________
Se virares as costas para a luz, nada mais verás além da tua própria sombra...Siga a luz ai em frente, ainda não sabes quem sou...? Olhe para traz!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nightlover
Misteriosa
Misteriosa
avatar

Mensagens : 79
Data de inscrição : 06/01/2008
Localização : Silvermoon City - Eversong Woods

MensagemAssunto: Re: Poema   Qua Jun 18, 2008 2:23 pm

Sil.. Muito bom o poema!
Eu tenho um último meu que data do ano passado, mas ele num tem métrica não, eu nunca me preocupei com essas porras (escrever contando sílaba é um porre -foi mal aê-, num é pra mim não).

_________________
Mulher de preto, o que é que você faz? - Eu faço jogos que assustam satanás!
Mulher de preto, qual é sua missão? - Pegar personagens e deixar corpo no chão
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://clasavert.livreforum.com
Silmarillion
Savert's Protector
avatar

Mensagens : 33
Data de inscrição : 08/01/2008
Localização : Arborea (9ª Plano dos Elementais)

MensagemAssunto: Re: Poema   Qui Jun 19, 2008 5:36 pm

hehehe...^^ não culpo voce..! é realmente massante ter que passar o poema inteiro preucupado com a métrica. A era modernista nos permite fazer poemas livrs de métrica e de rima! mas eu sempre me auto-intitulei Parnasiana.. e minhas poesias são milimetricamente contadas e rimadas. Mas pra mim não é esforço algum... elas só saem assim mesmo ^^





Benção a todos! pirat

_________________
Se virares as costas para a luz, nada mais verás além da tua própria sombra...Siga a luz ai em frente, ainda não sabes quem sou...? Olhe para traz!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Barbosa
Organizero de Bagunça
Organizero de Bagunça
avatar

Mensagens : 165
Data de inscrição : 06/01/2008

MensagemAssunto: Re: Poema   Sex Jun 20, 2008 7:02 pm

sei lá prefiro as crônicas

_________________
Twisted Evil Em noites de lua cheia é possivel me ouvir uivar! Cuidado Posso estar mais próximo que imagina! Twisted Evil
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ollie Wix
Novato
avatar

Mensagens : 1
Data de inscrição : 10/06/2008

MensagemAssunto: Re: Poema   Sab Jun 21, 2008 11:32 pm

Olá olá a todos! Meu primeiro post neste fórum. Notei que o pessoal daqui curte poesias parnasianas. Safiriel, muito bom seu poema!
Silmarillion está de parabéns pelo excelente poema! Se és mesmo parnasi ana, lerás os versos meus com atenção!

Agora, se me derem licensa de fazer um post grande, postarei 2 poemas meus, dedicados a alguém especial, há muito ido pelas idiotices minhas:


Soneto

"Tom sombrio que o crepúsculo te deu,
Palidez severa que o firmamento
Derrama. Triste fim, triste lamento
Ver-te ida e decaída neste breu.

Pode estar vivo o peito que cedeu
Certo que por mais duro seja o fado
Será o coração que foi jurado
Não importa, eu te digo, sempre teu.

Ah! Rosa, minha flor, mantém guardado,
Qual pétala que seja do amor meu!
Não despetale tua haste e o meu fado

Na morte, o que em vida prometeu:
Enquanto houver amor em ti restado
Saberei que inda é Rosa e não morreu."


E agora um poema sem nome, inspirado nestes 2 tristes trechos que um dia recebi


"Te vi um dia como um passarinho.
a ave pequena tomou a forma tua,
estavas a voar para outro ninho
e eu de longe assistindo tua fuga.."

"...Na árvore o passarinho,
tão pequeno e miudinho...
Quando me viu, voou para longe
e eu sentada no jardim..
num lugar que não sei onde..
onde alguem espera por mim..."



Eis meu poema:

"Onde foi a cotovia
Que, no poema antigo, vinha
depressa anunciar o novo dia?

Delicada aurora alada,
Alaúde ilustre, lira encantada,
Pássaro que inspirava a poesia...

Não mais compõe seu doce fado,
Distante, há de ter-me abandonado,
Não concede-me o encanto que antes tinha.

Se, hora ou outra, eu tenha perguntado
"Qual foi o vento que levou a cotovia?",
Cada um me apontou um lado
Nenhum deles onde ela estaria.

Por quais ares foi-se embora
A doce poetisa de outrora que amei?
Há que estar no mundo agora
Viva, a inspirar os ares de auroras
de lugares que não sei.

Vou procurar no nascente sem sol
E pelas noites sem estrelas, talvez.
Vou pedir ajuda ao rouxinol
E perguntar: "onde foi e o que fez?"

Olharei, toda tarde, à janela,
Para o leste, onde sinto que está.
E assim, serei triste sentinela
Esperando o meu fado chegar.

Mas o que há de surgir da distância
Infinita e sombria entre nós?
Só a memória comporta está ância
de o meu peito querer-nos a sós.

O que há de ser revelado,
E despertado à luz do dia,
que o tempo mantém fechado
na própria crista vazia?

Fui de encontro ao passado,
Em busca de alguma alegria.
Só encontrei um pequeno pedaço
De fita que já se esparzia,
Como memória de longa data
Que a velha lembrança não fia.

Um pequeno pedaço de fita,
Que um dia cortou os ares
Junto às asas da cotovia.
Ela agora voa p'ra longe.
Segue, leva consigo e esconde
Toda a minha alegria.

Pássaro belo, alaúde, lira
Sei que já não voltará
Jamais a planar por aqui.
Ah! Mas nunca vou deixar
De me lembrar do que senti
Quando cantava os versos teus.
Agora os canta só p'ra sí.

Restou-me somente esta fita.
Esse nadinha de nada de pano,
Tecido esparzido à linha,
Que continha, em letras que amo:
"Sempre sua...
Cotovia".

Agora a fita não contém mais nada:
A letra está apagada e sumida:
As suas bordas estão todas manchadas
E a tua lembrança está quase esquecida.


Foi-se embora o anúncio da madrugada,
foi-se embora minha querida alvorada,
Foi-se embora a noite estrelada e fria.
Foi-se embora a tua cantiga entoada,
Foi-se embora minha vida e poesia.
Foi-se embora, foi-se embora abandonada,
Foi-se embora para longe a cotovia."


Perdoem-me o post mega gigante Neutral
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Barbosa
Organizero de Bagunça
Organizero de Bagunça
avatar

Mensagens : 165
Data de inscrição : 06/01/2008

MensagemAssunto: Re: Poema   Qui Jun 26, 2008 4:50 pm

Ollie Wix
bem vindo ao forum não repare na bagunça mais o mais normal aqui ataca a pedra corre atrás para ser acertado e ainda grita viva pq conseguiu

_________________
Twisted Evil Em noites de lua cheia é possivel me ouvir uivar! Cuidado Posso estar mais próximo que imagina! Twisted Evil
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
}i{ Greyheart
A Garou
avatar

Mensagens : 33
Data de inscrição : 20/01/2008
Idade : 37
Localização : Santo André

MensagemAssunto: Re: Poema   Sab Jul 05, 2008 6:16 am

Belíssimo lugar para ficar. Ler, reler e guardar. Não sou dada a poemas, acho que me falta rima, estilo e até mesmo conhecimento deste tão agraciado e tão pouco valorizado 'hobby'.

"Se sois sabeis o quê é... "
Tenho um contato no msn que mantém isso. E nunca achei momento melhor para crer nessa frase.[Até me envergonha reconhecer que não sei quem ele é. Com esse lance de iRPG tem muita gente com quem falei uma única vez na vida.]


Viva. Várias dela. Temos aqui no [Savert] um pequeno, misto e talentoso grupo de poetas. =}

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Poema   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Poema
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Amigo Secreto
» Sob O sol
» Gabinete da Amekage

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Clã Savert :: Literatura de cordel Savert :: Cordel-
Ir para: